Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

About Last Night

She used words to say nothing at all and silence to explain everything.

About Last Night

She used words to say nothing at all and silence to explain everything.

words | 20

Passei estes dias sem me lembrar de ti. Vivi momentos de ansiedade, de expectativa, de frustração e tive mesmo vontade de desistir. Mas também senti alegria e dei as maiores gargalhadas. Isto para que entendas que a minha vida não é feita em função de ti, nunca foi. Preciso que compreendas que todas aquelas semanas, todos aqueles meses que passas sem cruzar o meu caminho não me magoam nem me desesperam. Sorrio - honestamente e com vontade - sem ser para ti ou por tua causa.

 

Mas hoje sonhei contigo.

 

Acontece, de tempos a tempos. E por momentos parece que nada mudou, ou então que tudo pode, de facto, mudar... Aquela sensação que começa no estômago e espalha-se pelo resto do corpo, toldando-me por completo a razão. Quando acordo tento agarrar-me o mais possível a tudo o que senti na esperança, sempre vã, de que as horas do dia não me façam esquecer... Mas esqueço-me. Sei e conheço a sensação de cor, mas já não a sinto mais. Perco-a sempre com a mesma facilidade com que, mesmo sem te ter tido, te perdi. Sim, eu sei que não é justo quando fui eu que te larguei a mão. Fui eu que escolhi não partir ao teu encontro e tomei o caminho que me levou para o mais longe possível de ti. Ainda assim, sinto como se te tivesse perdido, como se a escolha tivesse sido tua. Como se fosses sempre tu a ir embora. Não me interpretes mal, não me fazes falta. Não preciso de ti para viver nem para ser feliz. Só acho que... há decisões com consequências demasiado crueis e é injusto sermos obrigados a tomá-las sem maturidade e conhecimento suficientes. Acho que, mesmo que eu já não me lembre de ti, nunca deixarás de ser aquilo que me incompleta.